Polícia procura por soldado do exército suspeito de matar duas pessoas em confusão


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/12/2012 às 16:54
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 10h15, 26.12.2012

Crime aconteceu depois de uma briga, no Conjunto Habitacional Via Mangue

Estão no Instituto de Medicina Legal, no Recife, os corpos das duas vítimas de uma confusão ocorrida no Conjunto Habitacional Via Mangue, localizado no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, na madrugada desta terça-feira. De acordo com populares, as duas pessoas teriam sido atingidas por disparos efetuados pelo soldado do exército Fladison Almeida Gomes, de 19 anos. As vítimas são Estela Maria de Moura, de 36 anos, ex-sogra do militar, e Diogo Bezerra do Monte, de 20 anos, amigo de infância de Fladison. A confusão ocorreu em baixo de um dos prédios do habitacional. A briga teve início com uma discussão entre Estela Maria e a atual namorada do soldado do exército. Durante o bate boca, a ex-mulher do militar e a mãe do rapaz também começaram a discutir. O estampador Diogo Bezerra tentou apartar a briga, quando foi surpreendido pelos diparos. José Douglas Bezerra ainda tentou socorrer o irmão, mas já era tarde demais. O clima de revolta tomou conta dos moradores do Habitacional Via Mangue. Após o incidente, Fládison Almeida e mãe dele, que não teve o nome revelado, fugiram do local. O carro do militar e o apartamento onde a mãe dele mora foram depredados pelos populares. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa, DHPP, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife. Ouça, abaixo, reportagem de Everson Teixeira, da Rádio JC / CBN Saiba mais no flash do repórter Rafael Carneiro, da Rádio Jornal, que esteve, na manhã desta quarta-feira (26), no enterro de Estela Maria de Moura, de 36 anos, ex-sogra do militar.

Mais Lidas