Maestro pernambucano formaliza denúncia de agressão realizada na Espanha


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/12/2012 às 16:11
Leitura:
Da Rádio Jornal

Olindense, o maestreo Israel de França, fundador da orquestra Sinfonietta de Granada, na Espanha

O palácio do Itamaraty, em Brasília, deve se pronunciar ainda nesta quarta-feira (26), sobre o caso do maestro pernambucano que teria sido espancado na noite do último domingo, na cidade de Granada, na Espanha. Israel de França, de 57 anos, denunciou à imprensa, na última segunda-feira, que foi agredido por três policiais, durante uma abordagem. Ele sofreu escoriações pelo corpo e chegou a ser hospitalizado em uma unidade de saúde da cidade, mas já recebeu alta. Nesta quarta-feira, Israel procurou a embaixada do Brasil, em Madrid, para formalizar a denúncia. O violinista conta que estava acompanhado de um amigo, quando foi abordado pela polícia. O músico acredita que a violência foi motivada por racismo. Vivendo há 22 anos na Espanha, o maestro confessa que começa a repensar se vai continuar morando no continente europeu. Atualmente, Israel de França é maestro da orquestra da cidade de Granada. Ele já passou por orquestras como a do Porto, em Portugal. Saiba mais na reportagem de Everson Teixeira, da Rádio JC / CBN

Mais Lidas