Família do universitário encontrado morto se reúne com secretário de defesa social


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/01/2013 às 7:54
Leitura:
Do Redator de Plantão UNIVER_INET Família do universitário encontrado morto em Boa Viagem vai se encontrar com secretário de defesa social para pedir agilidade nas investigações. A audiência com Wilson Damázio está marcada para a manhã desta segunda-feira (07), no gabinete, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. O corpo de Raimundo Matias Dantas neto, de 25 anos, continua no Instituto de Medicina Legal (IML). O estudante de ciências sociais saiu de casa no bairro de Jardim Fragoso, em Olinda, na última quarta-feira. Samambaia, como é conhecido, disse aos familiares que iria pesquisar preços de um notebook no comércio. O corpo foi encontrado na Avenida Boa Viagem, Zona Sul do Recife, no trecho em frente ao Edifício Brigadeiro Eduardo Gomes. Os parentes questionam o atendimento dispensado pelos funcionários IML neste final de semana. Marta Matias Dantas é irmã do estudante do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE): Neste domingo (06), um grupo de familiares e amigos de Raimundo Matias Dantas Neto se reuniu na praça do Derby, área central do Recife. Ficou decidido que às 14h, na frente da reitoria da UFPE, na Cidade Universitária, Zona Oeste da capital pernambucana, será realizado um ato contra a violência. A morte do universitário de Ciências Sociais, o Samambaia, ganhou ampla dimensão nas redes sociais. Maria José do Amaral, advogada da família diz que existem muitas perguntas que precisam ser respondidas:

Mais Lidas