Luciano Bivar diz que pagou para jogador ser convocado na seleção brasileira


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/03/2013 às 15:28
Leitura:
Da Rádio Jornal Com informações do JC Online Em 2001, o ex-volante Leomar, então jogador do Sport, foi convocado pelo técnico Emerson Leão, para a seleção brasileira, o que gerou polêmica à época. Tanto que a passagem de Leão, que também era técnico do Sport, no comando da Canarinha ficou conhecida como Era Leomar. Nesta sexta-feira (8/3), o presidente do Leão, Luciano Bivar, em entrevista a uma rádio local, confessou que pagou uma comissão para que o jogador fosse convocado. Bivar, que também era presidente do rubro-negro em 2001, no entanto, não quis revelar para quem foi pago essa comissão. Eu já empurrei jogador na seleção basileira, pagando comissão. Esse tipo de coisa existe no futebol, afirmou Bivar, que confirmou que o jogador era mesmo Leomar, posteriormente. Perguntado a quem teria sido pago essa comissão, Luciano Bivar se esquivou. Não vou revirar defunto, disse. O cartola também não revelou valores. Na época, o presidente da CBF era Ricardo Teixeira. Leomar disputou ainda a Copa das Confederações do Japão e da Coreia do Sul, um ano antes do Mundial, no qual o Brasil foi pentacampeão. Foi titular em quase todos os jogos, sem ser substituído. Ficou de fora apenas da decisão do terceiro lugar, contra a Austrália. Em entrevista ao JC, o mandatário rubro-negro acrescentou que, Leomar não soube do pagamento. O cartola também isentou a CBF, mas disse que a prática de pagar comissão por convocação é comum. A CBF está isenta disso. São os lobbys que os caras fazem. Quantas vezes viu seleção jogador jogando do Catar, da Rússia, que você nunca ouviu falar, ser chamado para a seleção? Você acha que esses jogadores chegaram lá de graça? Apenas pelos lindos olhos deles?, questionou. Leomar nem sabia disso. Ele ficou supreso por ter sido convocado, disse. Esse tipo de coisa infelizmente acontece. É a podridão do futebol. Todo mundo sabe. Não sou hipócrita, encerrou Bivar. REPERCUSSÃO - O deputado federal Romário, ex-jogador da seleção, elogiou a 'coragem' de Luciano Bivar em fazer a denúncia. Veja o que ele colocou em página oficial da rede social Facebook "Galera, o presidente do Sport teve coragem de vir a público e comprovar o que venho falando a muito tempo: cartel na Seleção. Segundo Luciano Bivar, em 2000, ele pagou para o volante Leomar ser convocado. Ou seja, a antiga e atual gestão da CBF estão acabando com o nosso futebol. Espero que outros técnicos tenham coragem de vir a público contar histórias parecidas para o bem do nosso esporte. CPI da CBF já!"

Mais Lidas