Polícia começa a ouvir depoimentos sobre chacina na Praia de Jacumã, Paraíba


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/03/2013 às 15:46
Leitura:
Da Rádio Jornal Dois dias após o início das investigações do crime que resultou em cinco pessoas mortas em uma casa na Praia de Jacumã, no Litoral Sul da Paraíba, quatro pessoas prestaram depoimento e a outras cinco devem ser ouvidas ainda esta semana. De acordo com a Polícia Civil, o delegado Francisco de Araújo, responsável pelas investigações, iniciou os depoimentos nesta segunda-feira (11). A polícia acredita que o crime tenha relação com o tráfico de drogas. Na casa onde as vítimas foram assassinadas, a perícia detectou pequenos buracos nas paredes, supostamente para esconder os entorpecentes. Como os locais estavam abertos e vazios, os policiais acreditam que os autores dos homicídios vieram buscar a droga que os moradores guardavam em fundos falsos. De acordo com a polícia, o dono da casa, Ednaldo Vicente da Silva, já havia respondido por tráfico de drogas no estado de Pernambuco. Familiares e vizinhos das vítimas devem ser intimados para prestar depoimento na Delegacia do Conde, cidade à qual pertence o território de Jacumã. Qualquer coisa que essas pessoas possam ter ouvido durante a execução das vítimas pode auxiliar a polícia a identificar os suspeitos. O CASO - No sábado, três mulheres e um homem foram encontrados mortos na residência na Praia de Jacumã. Os corpos das vítimas apresentaram diversas perfurações à bala, mas a polícia ainda não sabe quem possa ter cometido o crime. Saiba mais sobre o caso na reportagem de Simone Santos, da Rádio Jornal

Mais Lidas