Parlamentares da bancada evangélica na Alepe sugerem renúncia de Marco Feliciano

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/03/2013 às 11:38
Leitura:
Da Rádio JC News Recife Parlamentares da bancada evangélica na Alepe sugeriram, ontem, a renúncia do deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC/SP) da Presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal. O assunto foi levado ao Plenário pelo deputado Pastor Cleiton Collins (PSC), que foi aparteado pelo colega, também evangélico, Adalto Santos, do PSB. Feliciano é alvo de protestos devido a declarações feitas nas redes sociais sobre africanos e homossexuais. Ele também é alvo de ação penal do Supremo Tribunal Federal por estelionato e responde a inquérito no qual é acusado de discriminação por frase supostamente homofóbica. Collins apontou que trabalha, assim como Feliciano, a favor da família. Mas, acredita que a saída dele da presidência da Comissão daria mais liberdade para que expressasse suas opiniões. Presidente tem que ser neutro, apoiar todos os debates. O Pastor Feliciano sempre teve voz ativa contra o aborto, à prática homossexual e à pedofilia, observou. O parlamentar criticou as agressões sofridas pelo pastor. Não podemos aceitar essas manifestações. Até igrejas foram apedrejadas, alertou. Ouça a entrevista com o deuputado Adauto Santos.

Mais Lidas