Medicina do sono e odontologia: aliadas contra o ronco e a Apneia

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/03/2013 às 11:23
Leitura:
Da Rádio JC News Recife Dormir bem é fundamental. Considerado um dos estados fisiológicos mais importantes para a saúde física, mental e emocional, o sono tem sido o grande desafio das sociedades modernas. Nesse contexto, o ronco, para muitos apenas motivo de piada e natural ao ato de dormir, hoje virou alerta médico, constituindo-se em possível degrau para um dos mais preocupantes distúrbios do sono: a apneia. Para os especialistas em Meidicina do Sono, mesmo um ronco leve pode evoluir com a idade, o sedentarismo e o sobrepeso, levando a essas paradas respiratórias enquanto dormimos. Definidas como interrupções no fluxo de oxigênio com mais de 10 segundos, as apneias só são consideradas anormais quando se repetem mais de 30 vezes por noite. Os prejuízos decorrem da soma delas ao longo dos anos; por isso quanto mais cedo se chegar a um diagnóstico preciso, melhor. Mário Neto conversa com a especialista em ortopedia funcional dos maxilares, Sandra Jordão. Ouça.

Mais Lidas