14 hospitais em Pernambuco participam de protesto por reajuste na tabela do SUS


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/04/2013 às 15:43
Leitura:
Da Rádio Jornal Nesta segunda-feira (08), várias unidades de saúde vão deixar de oferecer consultas, exames e cirurgias. A iniciativa, que também ocorre em outros estados, tem como objetivo sensibilizar o Governo Federal sobre o Sistema Único de Saúde (SUS). A paralisação desta segunda-feira vai atingir os Hospitais Tricentenário, em Olinda, e Memorial Guararapes, em Jaboatão. Uma das situações que provocaram este protesto é em relação, por exemplo, ao que é pago por um parto normal. Enquanto um plano de saúde privado paga pouco mais de 2.500 reais por um parto normal, o SUS libera menos de 280 reais. Com esses valores, os hospitais filantrópicos não escondem as dificuldades financeiras e o risco de fechar as portas. As Santas Casas e entidades beneficentes são responsáveis por cerca de 155 mil atendimentos mês em Pernambuco. Paulo Magnus, presidente da federação que representa as instituições de saúde afirma que o quadro é preocupante.

Mais Lidas