Consumidores reclamam do preço do tomate, mas reajuste do chuchu chega a 300%


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/04/2013 às 8:20
Leitura:
Do Redator de Plantão Fazer a feira neste período vem se transformando num exercício de paciência e de matemática. A tão conhecida pesquisa comparativa de valores entre locais de venda rende uma economia significativa. A Central de Abastecimento e Logística (Ceasa) informa que as frutas estão em média, 1,4 % mais caras. No caso das hortaliças, a análise das cotações indica que a variação é de 4,6%. Os consumidores não escondem a indignação ao encontrar o tomate sendo comercializado por até R$ 8 o quilo. Menos badalado mas fonte de potássio e vitaminas A e C, o chuchu desapareceu das feiras livres e por isso ficou 300% mais caro. Romero Pontual, diretor presidente da Ceasa Pernambuco, afirma que a seca é a grande vilã da história:

Mais Lidas