Corpo de reeducando morto na Funase, em Abreu e Lima, é liberado do IML


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/04/2013 às 17:38
Leitura:
Da Rádio Jornal Foi liberado do Instituto de Medicina Legal do Recife, o corpo de Douglas Leitão da Silva, de 16 anos, morto por estrangulamento na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em Abreu e Lima, no Grande Recife, na última segunda-feira (08). Os quatro reeducandos que dividiam a cela com a vítima foram autuados em flagrante, pelo Departamento de Homicidios e Proteção à Pessoa (DHPP) e reencaminhados para o Centro de Reeducação. De acordo com a Polícia Civil, o inquérito foi encaminhado para a 3ª Equipe de Crimes Violentos Letais Intencionais do município de Paulista, que deve ouvir mais testeminhas. Em paralelo a investigação policial, foi instaurada uma sindicância comandada pela corregedoria da Funase. O resultado está previsto para a próxima semana. De olho nos problemas enfrentados pelo sistema socioeducativo do estado, a Secretaria estadual da Criança e do Adolescente anunciou uma série de ações. Saiba quais são na reportagem de Rafael Carneiro, da Rádio Jornal

Mais Lidas