Mãe do bebê levado por mulher em Garanhuns também responderá à justiça


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/04/2013 às 8:20
Leitura:
Do Redator de Plantão sequestro_bebe_garanhuns_INTERNA Mãe do recém nascido levado por mulher em Garanhuns também vai responder a inquérito na justiça. A história de Zuleide Conceição, de 36 anos, veio à tona com a prisão de Edivânia Severino da Silva. Ela foi encontrada no município de União dos Palmares, no Estado de Alagoas, nesta quinta-feira (11). A polícia descobriu que havia um acordo financeiro entre as mulheres para a adoção do bebê. Como o dinheiro não foi entregue, Zuleide resolveu denunciar Edivânia através da Rádio Jornal Garanhuns, no final de semana passado. O recém nascido agora está sob responsabilidade do Conselho Tutelar de Garanhuns e deve ser colocado para adoção. Edivânia estava grávida mas perdeu o bebê e, por isso, negociou a compra do filho de Zuleide, também moradora de Canhotinho. Marcos Omena, delegado regional de Garanhuns, afirma que a investigação prossegue por outros motivos:

Mais Lidas