Polícia investiga casos de ameaça e agressão depois do Classico das Multidões


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/04/2013 às 18:32
Leitura:
Da Rádio Jornal briga 02_interna02 Infelizmente, depois do Clássico das Multidões, jogo entre os times do Santa Cruz e Sport, neste domingo (14) o que se viu foi o cenário de rotina, de um Recife onde impera a impunidade. Apesar do efetivo de cerca de mil policiais, alguns vandalos travestidos de torcedores de futebol voltaram a assustar passageiros de onibus, a entoar gritos de guerra, além de danificar automoveis e realizar assaltos. Nem mesmo o repórter fotografico do Jornal do Commercio, Guga Matos, escapou. Ao presenciar uma briga entre torcedores do Santa Cruz, resolveu fazer o registro e acabou sendo agredido. Os vandalos jogaram concreto no carro da reportagem. Ele  foi atingido pelos estilhaços do vidro. Guga Matos passa bem , mas revela que esta assustado com a situação. LEIA TAMBÉM - Fotógrafo do Jornal do Commercio é vítima da violência pós Clássico das Multidões briga 03_interna03 O repórter registrou Boletim de Ocorrencia que já esta sendo investigado pela delegacia de Água Fria, Zona Norte do Recife. Ainda nesta segunda-feira (15), o departamento juridico do Sport Club também registrou queixa depois do ônibus que transportava a delegação ser emparelhado por um carro. Segundo informações, um homem chegou a apontar um revolver em direção ao ônibus, mas não chegou a efetuar disparos. Quem dá detalhes sobre a ação é o assessor de imprensa do clube, Alvaro Claudino. Escute a reportagem de Marcelo Barreto, especial para a Rádio Jornal

Mais Lidas