Justiça proíbe entrada de mais de 40 pessoas nos estádios de Pernambuco


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/04/2013 às 20:44
Leitura:
Da Rádio Jornal Dois meses depois de um jovem torcedor do Náutico ser baleado na frente do estádio dos Aflitos, na Zona Norte do Recife, a Justiça deu um grande passo para evitar que suspeitos de provocar confusões continuem tendo acesso aos campos de futebol. Nesta segunda-feira, o Juizado do Torcedor de Pernambuco (Jetep), e a Federação Pernambucana de Futebol apresentaram uma lista com o nome de 41 pessoas que estão proibidas de frequentar os estadios. Os envolvidos são suspeitos de diversos distúrbios em dias de jogos. Apesar dos nomes sós erem divulgados agora, a resolução é de 5 de abril. Em entrevista ao comunicador Geraldo Freire, o promotor do Ministério Publico de Pernambuco, Ricardo Coelho, comentou que a justiça está observando aqueles que cometem atos infracionários, tanto dentro como fora dos estadios. Quanto à ação das torcidas organizadas, em muitos casos, causadoras da violencia em dias de jogos, o promotor foi enfático. Apesar de cadastrar os torcedores vai trabalhar para exclusão destes grupos. A partir de agora, a grande preocupação é quanto à realização dos jogos de volta das semifinais do Campeonato Pernambucano. De acordo com a tabalea da competição, os jogos entre Sport e Ypiranga, na Ilha do Retiro, e Naútico e Santa Cruz, nos Aflitos, estão marcados para o dia 28 de abril. No mesmo horário. A FPF afirma que não vai mudar a data dos jogos. O Ministério Público promete recorrer desta decisão. Saiba mais na reportagem de Marcelo Barreto, especial para a Rádio Jornal

Mais Lidas