Orla de Olinda, no Grande Recife, terá número limite de mesas e cadeiras por palhoça


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/04/2013 às 20:12
Leitura:
Da Rádio Jornal A prefeitura de Olinda reuniu, nesta terça-feira (16), palhoceiros, representantes da Polícia Militar, vereadores e secretários municipais para discutir o ordenamento da orla marítima da cidade. Durante o encontro, foram  definidas normas com os comerciantes informais, para por fim à irregularidades denunciadas por frequentadores das praias de Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce. Entre as determinações que devem ser seguidas, estão o limite do número de mesas e cadeiras para cada palhoça e a proibição do uso de botijões de gás e energia elétrica. O secretário de Planejamento e Controle Urbano de Olinda, Estévão Brito, disse que depois das ações educativas, os palhoceiros que não cumprirem as normas poderão ser multados. Atualmente a orla de Olinda passa por obras de requalificação, orçadas em R$ 23 milhões. Entre as intervenções previstas, estão a recuperção da faixa de terra à beira-mar, pavimentação das ruas transversais que levam à praia e implantação de ciclovias. A previsão de conclusão é outubro deste ano. Ouça mais detalhes na reportagem de Karoline Fernandes, da Rádio JC CBN

Mais Lidas