Pernambuco e Paraíba vão criar região de desenvolvimento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/04/2013 às 15:21
Leitura:
Da Rádio JC News Recife Diante dos bons números de crescimento da economia pernambucana nos últimos anos, os governos da Paraíba e de Pernambuco já iniciaram as discussões de uma metodologia para a criação de uma área de desenvolvimento entre a região da mata norte de Pernambuco e o litoral sul da Paraíba. A iniciativa prevê a implantação de um núcleo de desenvolvimento a partir dos municípios de Goiana e Caporã, devido a instalação da Fiat e de quatro empresas cimenteiras, nas respectivas cidades. O assunto foi debatido no final desta semana entre representantes dos dois governos. Na ocasião os participantes debateram sobre a metodologia que deverá ser utilizada no estudo socioeconômico da região, bem como os critérios para a escolha dos municípios que poderão integrar o projeto. Durante o encontro, o presidente da Agência Condepe/Fidem, Maurílio Lima, enfatizou a importância da iniciativa para impulsionar o desenvolvimento de ambos os Estados. "Este é um projeto de interesse comum, uma vez que existe a necessidade de melhor planejar os municípios na tentativa de minimizar os impactos advindos dos grandes empreendimentos e potencializar os investimentos para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento", salientou. De acordo com o Diretor de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Agência Condepe/Fidem, Rodolfo Guimarães, os dois Estados possuem características que favorecem a criação de uma região de desenvolvimento. "Proximidade das capitais e das regiões metropolitanas; densidade demográfica e seu potencial mercado consumidor; maior concentração de mestres e doutores nas universidades federais da região nordeste e a potencialidade fluvial. Todos esses fatores integram um quadrilátero logístico perfeito para a concretização deste tipo de iniciativa", comentou. O próximo encontro ocorrerá no mês de maio, na Companhia de Desenvolvimento da Paraíba - Cinep, quando os integrantes apresentarão um diagnóstico prévio dos municípios que fazem fronteira com as cidades de Goiana e Caporã para definir a composição do grupo de trabalho temático. O documento conterá dados socioeconômicos, relação de investimentos públicos e privados, em andamento e em implantação. O diagnóstico está previsto para concluir no mês de julho, quando deverá ser encaminhado aos governadores dos estados de Pernambuco e da Paraíba para avaliarem a viabilidade da ação. Do estado da Paraíba participaram a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico STDE, Secretaria da Receita SER, Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual Ideme e a Secretaria de Planejamento e Gestão Seplag/PB. De Pernambuco, além da Agência Condepe/Fidem, integram o grupo representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico SDEC. Ouça a entrevista com Lima.

Mais Lidas