Receita Federal destrói roupas e produtos falsificados apreendidos no Recife


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/04/2013 às 20:46
Leitura:
Da Rádio Jornal Cerca de 20 mil cuecas, mil camisas e 50 quilos de panos para confecção de bolsos, suficientes para 2500 camisas, foram destruídos, na tarde desta segunda-feira (22), pela Receita Federal, no bairro de Passarinho, no Recife. Os produtos fazem parte da apreensão realizada no Porto de Suape, em agosto de 2012. Na ocasião, cerca de 28 toneladas de materiais falsificados foram encontradas. A mercadoria estava declarada como tijolos de vidro, mas no conteiner, na verdade, tinha camisas e relógios com símbolos de diversas marcas. Quando produtos com suspeitas de falsificação são apreendidos, a Receita Federal entra em contato com o detentor dos direitos de uso da marca para que seja elaborado um laudo demonstrando a existência ou não da falsificação. Ações similares servem para que as empresas não tenham prejuízo por causa da pirataria.  O destino desses produtos vai ser decidido depois da divulgação do resultado de outos testes. Saiba mais no flash de Pedro da Hora, especial para a Rádio Jornal

Mais Lidas