Confusão com torcedores antes do jogo do Santa Cruz, pela Copa do Brasil, serve de alerta


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/05/2013 às 10:46
Leitura:
Do Redator de Plantão Confusão com torcedores antes do jogo do Santa Cruz, no Arruda, pela Copa do Brasil, serve de alerta para a polícia. Para uma partida às 22h de um feriado, o público superior a 15 mil pessoas foi considerado muito bom. Em campo, os tricolores iriam enfrentar o atual bicampeão gaúcho e dono de um mundial interclubes. Nas quatro linhas, o Santa Cruz jogou de igual para igual, principalmente nos 45 minutos iniciais. Se no segundo tempo o colorado deu trabalho ao goleiro Thiago Cardoso, o empate acabou sendo um resultado importante. As atenções do Santa Cruz se voltam agora para o jogo de ida da final do pernambucano, na tarde deste domingo no arruda contra o Sport. O confronto de volta com o Internacional pela Copa do Brasil ocorre no dia 15 de maio, às 22h, no Estádio Centenário, em Caxias. O técnico do time gaúcho, Dunga, justifica por quê o placar saiu em branco mesmo com o favoritismo na teoria: Se por um lado nenhuma torcida comemorou gol, por outro, teve gente que ficou assustada antes e depois do jogo. A presença de integrantes da organizada Camisa 12 do Inter com a Jovem do Sport tumultou o ambiente. A polícia militar agiu rápido, mas o uso de cavalos nas dependências da sede no Arruda dividiu as opiniões. Depois da partida, os torcedores do Santa Cruz ficaram temerosos em encontrar com os rivais no lado externo do estádio. O que chama a atenção neste caso é que nada foi registrado na delegacia móvel e portanto no juizado do torcedor. O repórter Renato Barros conseguiu um depoimento exclusivo no momento da confusão com uma jovem chamada Gilvânia:

Mais Lidas