Alguns tipos de alergias cresceram 18% nos últimos anos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/05/2013 às 9:44
Leitura:
Da Rádio JC News Recife O dia 7 de maio marca o Dia Nacional de Prevenção a Alergia.  As alergias respiratórias, alimentar e de pele cresceram 18% nos últimos 10 anos, de acordo com pesquisas norte-americanas. No Brasil, a história se repete: uma criança em cada quatro sofre de alergia. Dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI) apontam que cerca de 30% da população, em geral, sofrem algum tipo de alergia, sendo que 20% são crianças. As alergias alimentares acometem 5%, afetando as crianças em sua maioria. Trabalhamos para reverter esses quadros e dar mais qualidade de vida para os pacientes, explica Waldemir Antunes, médico alergologista. Segundo o Estudo Multicêntrico Internacional de Asma e Alergia (ISAAC), a prevalência da doença inflamatória (respiratória) chega a 30% em Recife. Obstrução nasal, olhos irritados, coriza, espirros e coceira no nariz são alguns dos sintomas. A alergia é resultante da hipersensibilidade das pessoas. Devido a questões externas como a poluição, a poeira e mudanças climáticas, o número de pessoas pode chegar até a dois terços da população da área, adverte o médico alergologista Waldemir Antunes. Ouça.

Mais Lidas