Mulher e quatro filhos mantidos em cárcere privado vão para casa de parentes


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/05/2013 às 15:52
Leitura:
Da Rádio Jornal Uma mulher e os quatro filhos, com idades entre quatro e dez anos, foram mantidos em cárcere privado por dois anos. Mauricélia Marina da Silva, de 27 anos, e as crianças estavam em uma casa na praia de Acaú, em Pitimbu, litoral sul paraibano, quando foram resgatados pela polícia. O suspeito pelo crime é um policial civil pernambucano de Caruaru, identificado como Severino Ramos. Em depoimento à polícia, Mauricélia contou que conheceu o homem em Caruaru e decidiu morar com ele na Paraíba. No local, ela foi mantida presa e sofreu vários tipos de agressão. A vítima conseguiu ligar para o Disque 100, telefone da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, e pediu ajuda. O policial foi autuado em flagrante por cárcere privado. A Polícia Civil de Pernambuco informou que Severino estava afastado das funções por problema de saúde. A mulher e os filhos vão ser encaminhados para a casa de parentes dela.

Mais Lidas