Secretaria de Saúde descarta hipótese de surto de sarampo em Pernambuco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/05/2013 às 17:38
Leitura:
Da Rádio Jornal Cinco casos de sarampo foram confirmados em Pernambuco desde o útimo mês de março, nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Olinda e Paulista. No Recife, mais de vinte casos suspeitos seguem sob investigação. Os números são preocupantes, mas não assustam a Secretaria Estadual de Saúde que descarta qualquer tipo de surto da doença no estado. Segundo a pasta, as pessoas infectadas tiveram doença importada, já que viajaram para fora do Brasil ou tiveram contato com estrangeiros. Há mais 10 anos que Pernambuco não registra casos de sarampo. A doença infecciosa e viral e é causada pelo paramixovírus. O sarampo é transmitido por meio de salivação, gotículas expelidas por nariz ou boca e até mesmo por respiração. Entre os sintomas estão febre, tosse persistente, irritação nos olhos, além do aparecimento de manchas vermelhas na face e no pescoço. A doença afeta especialmente crianças recémm-nascidas.  A recomendação é que os pais levem os bebês aos postos de saúde para receber a aplicação da vacinatriplíce viral antes de completar um ano e uma segunda três meses depois. A vacinação triplice protege o ser humano de sarampo, rubeola e caxumba. Os adultos, também podem tomar a vacina. A recomendação é que as pessoas atualizem os cartões de vacinação. Saiba mais na reportagem de Marcelo Barreto, especial para a Rádio Jornal

Mais Lidas