Apac registra cerca de 140 milímetros de chuva somente na Região Metropolitana

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/05/2013 às 16:14
Leitura:
Da Rádio Jornal casaamarela_400 A chuva intensa que atinge a capital e a Região Metropolitana desde a magrugada desta sexta-feira (17), deixou a situação caótica em diversos pontos do Grande Recife. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), foram registrados 138 milimetros de chuva, o que corresponde a 40% do que era esperada para todo o mês de maio. No Recife, a Secretaria Executiva de Defesa Civil registrou 180 chamados, somente nesta sexta-feira (17), a maioria, pedidos para colocação de lonas. Foram registrados pelo menos quatro quedas de barreiras, na comunidade da UR 3, no Ibura, no bairros do Vasco da Gama, Barro e Porto da Madeira. No caso registrado no bairro do Barro, duas pessoas ficaram feridas. De acordo com o coronel Adalberto Ferreira, Secretátio Executivo de Defesa Civil do Recife, o órgão está trabalhando com o efeitvo máximo. Contudo, em alguns pontos, os técnicos não estão conseguindo ter acesso, devido aos alagamentos. Em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, a Defesa Civil Municipal registrou 49 ocorrências. Entre elas deslizamentos de barreiras em Cavaleiro, Jaboatão Centro e Curado. Ninguém ficou ferido. A manhã desta sexta-feira (17), foi de trabalho intenso para o Corpo de Bombeiros. A central de operações vai divulgar a qualquer momento uma parcial com o número de ocorrências. De acordo com o chefe de comunicação da Força Militar, Tenente-Coronel Valdy Oliveira, todo o efetivo dos bombeiros está de prontidão. chuvas2 Além das chuvas que cairam sobre a Região Metropolitana, parte dos alagamentos foi provocada por conta da maré, que registrou um pico de um 1,80 centímetros, no meio da manhã desta sexta-feira. Na parte da tarde, de acordo com o Centro de Hidrografia da Marinha do Brasil, ela baixa chegando a setenta centímetros. Além disso, as chuvas devem ser de menor intensidade. Durante a manhã desta sexta-feira, muitas pessoas tentaram entrar em contato com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), para registrar queixas em decorrênicas das chuvas. De acordo com a Companhia, a maior incidência de casos está relacionada à interferência da vegetação na rede elétrica. Em alguns bairros, como Boa Vista e Caxangá, foram registradas quedas de árvores, que danificaram postes e consequentemente a rede elétrica. A Celpe informa que está trabalhando com equipes de prontidão, mas que o grande problema está no deslocamentos, pois algumas áreas ainda apresentam pontos alagados. Saiba mais na reportagem de Everson Teixeira, da Rádio JC CBN O POVO NA RUA - Praticamente toda a Região Metropolitana do Recife foi afetada pelas horas seguidas de chuva forte nesta sexta-feira (17). Circular  pela capital pernambucana se transformou em um exercício de paciência para os motoristas de veículos de passeio, com os inúmeros pontos de alagamento e semáforos ora quebrados, ora no pisca amarelo.  Ouça o depoimento das pessoas, na reportagem de Karoline Fernandes, da Rádio JC CBN Bus quebrado no alagamento embaixo do pontilhao do metro werneck

Mais Lidas