Aplicado no Facebook, golpe da fotografia é alvo de investigação da Polícia Federal


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/05/2013 às 11:29
Leitura:
Do Redator de Plantão Aplicado nas redes sociais contra modelos, golpe da fotografia é alvo de investigação da Polícia Federal. Os golpistas criaram dois perfis falsos no Facebook com os nomes de Alice Daviano e Laís de Paula. A partir daí, eles postaram mensagens sobre um suposto concurso vinculado a uma agência do mercado de produções. As imagens dos seios a mostra serviriam para uma campanha de câncer de mama com premiação de R$ 1300. As fotos dos corpos seminus eram postadas na internet sem autorização das vítimas, a maioria jovens. A denúncia foi formalizada, nesta quinta-feira (16), na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal em Pernambuco, no Bairro do Recife. Todo o material, com as conversas nas redes sociais e os e-mails será entregue, na próxima semana, para perícia. Uma das vítimas - que prefere não ser identificada - afirma que foi muito ameaçada pelo golpista virtual: A Polícia Federal alerta aos internautas que não forneçam dados pessoais a estranhos, principalmente nas redes sociais. Giovanni Santoro, chefe de comunicação social da PF em Pernambuco, revela os encaminhamentos aplicados ao caso:

Mais Lidas