Adiado para junho julgamento de integrantes do grupo de extermínio Thundercats

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/05/2013 às 15:25
Leitura:
Da Rádio Jornal Julgamento_Interna Foi adiado para o próximo dia 4 de junho o juri popular dos oito integrantes do grupo de extermínio conhecido como Thundercats, envolvido no assassinado de pelo menos 30 pessoas e com atuação na Região Metropolitana do Recife. Nesta terça-feira (21), os réus, entre eles, José Marcionilo da Silva, apontado como o líder, seriam julgados pelo assassinato de Tiago Corte Real Sales, ocorrido em 2006. A vítima teria sido morta como queima de arquivo, após denunciar a atuação do grupo, conforme acusa o promotor José Edivaldo da Silva. O tribunal do juri, que aconteceria no Fórum Tomás de Aquino, centro do Recife, foi adiado após pedido da defesa do réu José Marcionilo. A advogada, Jane Paixão, alegou que não teve tempo para ler os autos e preparar uma defesa, ás vésperas do julgamento. O pedido de adiamento foi acatado pelo juiz Abner Apolinário, que comentou que vai notificar a Ordem dos Advogados do Brasil com relação à atuação da defesa. O magistrado destacou que a advogada tinha conhecimento prévio dos autos. O grupo de extermínio Thundercats foi desarticulado em 2006. Os criminosos atuavam no tráfico de drogas e armas, assaltos e lavagem de dinheiro. Entre os envolvidos, estavam policiais militares, agentes da polícia civil e soldados da aeronáutica. Saiba mais na reportagem de Karoline Fernandes, da Rádio JC CBN

Mais Lidas