Um dos grupos de extermínio mais perigosos do Estado retorna ao banco dos réus


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/05/2013 às 8:39
Leitura:
Do Redator de Plantão Um dos grupos de extermínio mais perigosos do Estado retorna ao banco de réus, nesta terça-feira (21). Oito dos 12 integrantes do Thundercats serão julgados por dois assassinatos. As vítimas são: Luciana Barros da Silva, morta em março de 2007 - após denunciar a quadrilha - e Tiago Corte Real Sales, em julho de 2006. A sessão acontece no Fórum Thomaz de Aquino, no Centro do Recife. A acusação vai ficar a cargo do promotor José Edivaldo da Silva, do Ministério Público. Os réus são: José Marcionilo da Silva - o Tiago - considerado o líder dos Thundercats; Humberto Dias da Silva - o Beto; Anderson Leonardo Nunes Cunegundes - o Salsicha; Gerlando Feliciano da Silva - o Ninho; Everaldo Lima de Souza - o Mago; Anderson de Oliveira Mendonça - o Bocheca; José Jairo de Moura Cavalcanti e Aluisio Sandro de Lima - o Sandro. Os oito homens vão responder por homicídio qualificado, tentativa de homicídio e formação de quadrilha. Os Thundercats atuavam no bairro de Jardim São Paulo e outras sete comunidades entre as quais, o Pacheco, Cavaleiro e Totó. O grupo comandava o tráfico de drogas e de armas bem como extorquia os moradores. A organização criminosa se valia também de assaltos e da lavagem de dinheiro.

Mais Lidas