Residentes da UPE paralisam atividades na cobrança de melhorias estruturais


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/05/2013 às 7:15
Leitura:
Do Redator de Plantão Estudantes e médicos residentes do complexo hospitalar da Universidade de Pernambuco vão trocar o ambiente de trabalho por um ato, na frente da reitoria da UPE, em Santo Amaro, no Recife. A mobilização, a partir das 15h, tem como objetivo cobrar do poder público o projeto de recuperação do Hospital Universitário Oswaldo Cruz. Uma reunião, nesta quinta-feira (23), vai discutir o futuro da unidade de saúde vinculada a instituição superior do governo do Estado. A expectativa é de que o superintendente dos hospitais universitários de Pernambuco, João Veiga, apresente o novo modelo de funcionamento do Oswaldo Cruz. Já em Paulista, os servidores da saúde, guardas municipais e agentes de trânsito retornam ao batente nesta quinta. Eles suspenderam as atividades para protestar contra o aumento da jornada de trabalho sem alteração nos salários. A prefeitura do Paulista agendou uma reunião, nesta sexta (24), com os servidores para discutir a regulamentação da lei. Na próxima quarta-feira (29), a categoria realiza assembléia e não descarta promover outras manifestações.

Mais Lidas