Jovem diz que companheira foi morta vítima de assalto, mas acaba preso em flagrante


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/05/2013 às 8:29
Leitura:
Do Redator de Plantão Rapaz de 19 anos diz que companheira foi morta vítima de assalto, mas acaba preso em flagrante por homicídio. A polícia diz ter argumentos suficientes para afirmar que Diego Wilames Eurico da Silva assassinou a mulher. Raiana Araújo da Silva, de 19 anos, levou um tiro no rosto e chegou a ser socorrida, mas não resistiu. A tragédia ocorreu, na tarde deste domingo (26), na residência do casal, na Rua Frei Caneca, na comunidade Padre Roma, em Jaboatão dos Guararapes. A filha deles, uma menina de dois anos, estava no imóvel no momento da discussão entre marido e mulher. Diego alegou que no calor do bate boca, a companheira pegou o revólver e o disparo foi acidental. A polícia apurou que o rapaz era violento com histórico de agressões e ameaças, inclusive de morte. O delegado Ramon Teixeira, do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) afirma como o crime foi desvendado: OUTRO CASO - E permanece no Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, o corpo de Edilene Maria da Silva, de 49 anos. A mulher com marcas de pedrada na cabeça foi encontrada na Avenida Lino Jordão, em Setúbal, Boa Viagem, Zona Sul do Recife. E a polícia vai investigar a morte do designer Guilherme Botelho Fernandes, de 26 anos, neste domingo (26). O rapaz, morador de Boa Viagem, caiu de uma asa delta, na Serra do Jundiá, em Vicência, no Agreste do Estado. Os bombeiros tiveram trabalho em resgatar o corpo do jovem que ficou em um terreno de difícil acesso. As primeiras informações dão conta que ele esqueceu de atacar o cabo de segurança ao equipamento.

Mais Lidas