Pernambuco é o segundo estado do NE com mais pessoas portadoras da hanseníase


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/06/2013 às 17:03
Leitura:
Da Rádio Jornal ga7 Uma mancha aparentemente inofensiva na pele. Este é um dos primeiros sinais da hanseníase, doença causada por uma bactéria, e que afeta mais de 35 mil brasileiros a cada ano. Aqui em Pernambuco, somente em 2012, foram diagnosticados 2.561 casos de hanseníase, dos quais, 263 deles, em crianças, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde. Os números colocam os pernambucanos na difícil posição de segunda maior população do Nordeste com incidência da doença, e o quinto estado do Brasil a ter maior número de casos. Nesta quinta-feira (06), Dia Estadual de Combate à Hanseníase, uma ação no Pátio do Carmo, centro do Recife, recebeu interessados em atendimento e orientação sobre diagnóstico, tratamento e prevenção. A ação no Pátio do Carmo foi coordenada pelas Secretarias estadual e municipal de Saúde, Sociedade Brasileira de Hansenologia e o Movimento de Reintegração das pessoas atingidas pela hanseníase. No ano passado, este projeto atendeu a cerca de 400 pessoas. Deste total, 42 foram diagnosticadas com hanseníase. Saiba mais na reportagem de Karoline Fernandes, da Rádio JC CBN

Mais Lidas