Nova assembleia decide rumos da greve dos professores da rede particular de Pernambuco


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/06/2013 às 7:30
Leitura:
Do Redator de Plantão Atualizada às 12h professores_INTERNA Assembleia, nesta sexta-feira (07), decide rumos da greve - por tempo indeterminado - dos professores da rede particular. O encontro entre educadores e patronato, nesta quinta (06), terminou sem um acordo entre as partes. O sindicato que representa os docentes revela que a adesão ao protesto chegou aos 70% - número questionado pelos patrões. Os grevistas acreditam que nesta sexta - terceiro dia efetivo de paralisação - o apoio atinja os 90%. As escolas da rede particular informam que os pais devem levar os filhos nos horários de costume nesta sexta. A assembléia que define os rumos do movimento será na parte da manhã no Recife e nos municípios de Caruaru e Petrolina. Os professores reivindicam a unificação dos pisos em R$ 12 por hora aula e reajuste salarial de 10%. Jackson Bezerra, presidente do Sinpro - sindicato que representa a categoria - afirma que o patronato não quer diálogo: A repórter Karoline Fernandes, da Rádio JC CBN, esteve acompanhando o andamento das negociações, na assembleia desta sexta-feira (07).

Mais Lidas