Jovem detido em manifestação pelo passe-livre no Recife vai parar na cadeia

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/09/2013 às 17:01
Leitura:
O 9º ato pelo passe-livre e contra a repressão do governo Eduardo Campos, movimento que reuniu centenas de jovens na tarde desta quarta-feira (18) no Recife, resultou na prisão de um rapaz. O estudante universitário Bruno Torres, de 19 anos, foi autuado pelos crimes de corrupção de menor, dano ao patrimônio qualificado e desobediência, crimes que, somados, não possibilitam fiança. Ele prestou depoimento na manhã desta quinta-feira (19), na sede da Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) da Rua Fernandes Vieira, e foi encaminhado em seguida ao Centro de Triagem de Abreu e Lima, o Cotel. Outros 15 jovens, sendo sete menores, foram detidos e liberados após prestarem depoimento, como explicou o delegado de plantão, Antônio de Campos. Militantes fizeram vigília na sede do GPCA, em apoio aos colegas detidos. Os manifestantes, a maioria estudantes secundaristas, se concentraram no início da tarde, nas imediações do parque 13 de maio, e depois seguiram em passeata rumo à Prefeitura do Recife. Mãe de um dos jovens detidos, a dona de casa Cleide Souza contou, à repórter Karoline Fernandes, da Rádio JC News, do alívio após uma madrugada de transtorno na sede da GPCA. Ouça: O protesto aconteceu um dia após a Secretaria de Defesa Social anunciar a liberação do uso de máscaras. Muitos manifestantes adotaram a prática do Black Bloc, e utilizaram capuzes pretos.

Mais Lidas