Estudo da Fiocruz apontou que 370 mil pessoas consome crack regularmente no País

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/09/2013 às 10:30
Leitura:
Da Redação Os usuários regulares de crack ou de formas similares de cocaína fumada (pasta-base, merla e oxi) somam 370 mil pessoas nas 26 capitais brasileiras e no distrito federal. Considerada uma população oculta e de difícil acesso, ela representa 35% do total de consumidores de drogas ilícitas, com exceção da maconha, nesses municípios, estimado em 1 milhão de brasileiros. A constatação está no estudo Estimativa do número de usuários de crack e/ou similares nas capitais do País, divulgado nesta quinta-feira (19) pelos ministérios da Justiça e da Saúde. Sobre o assunto, o jornalista Joffre Melo conversou, na manhã desta sexta-feira (20), com o ex-conselheiro titular do Recife - Bruno Pinho Alves.

Mais Lidas