Pai acusado de oferecer filhas para a venda na internet presta novo depoimento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/09/2013 às 15:52
Leitura:
crianca Foto: TV Jornal O homem que tentou vender junto com a esposa a própria filha através da internet presta novo depoimento à polícia na tarde desta sexta-feira (20) no Cotel, onde ele está preso. A Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) deve ouvir o acusado com o objetivo de apurar novas denúncias que pesam sobre o casal. De acordo com o delegado Geraldo Costa, os dois podem ter cometido o crime de tráfico internacional de pessoas, segundo a filha mais velha do acusado. Ela disse à polícia que o pai já havia vendido a criança de dois anos a um casal espanhol. De acordo com o delegado, é preciso ter provas concretas de que os acusados enviaram ou tentaram enviar a criança para o exterior. Caso o tráfico internacional de pessoas seja confirmado, a GPCA deve acionar a Interpol para localizar o casal espanhol que teria comprado a criança. A avó materna das duas meninas negociadas pela internet mostrou interesse, na última quinta-feira (19), em ficar com a guarda das crianças. A mulher mora no Rio de Janeiro. Ela procurou o Conselho Tutelar de Nova Friburgo, no Rio, para manifestar a vontade. Gilmar Benevides, Conselheiro Tutelar de Jaboatão dos Guararapes, explica que uma avaliação das condições desta mulher ainda deve ser realizada. Ouça na matéria de Suzana Mateus: LEIA MAIS Casal acusado de vender filha é preso em Jaboatão dos Guararapes

Mais Lidas