Familiares de vítima de ataque de tubarão em Boa Viagem cobram ações preventivas


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/09/2013 às 8:04
Leitura:
Da Rádio Jornal Bruna morreu no dia 22 de julho após ser atacada na praia de Boa Viagem. (Foto: Reprodução/Facebook) Bruna morreu no dia 22 de julho após ser atacada na praia de Boa Viagem. (Foto: Reprodução/Facebook) Parentes e amigos da estudante paulista Bruna Gobbi, que há dois meses morreu após ser atacada por um tubarão, realizaram um ato neste domingo (22) na praia de Boa Viagem. Cerca de 60 pessoas entregaram panfletos e incentivaram os banhistas a assinar um abaixo-assinado que circula na internet. O documento faz um pedido para que a praia de Boa Viagem seja interditada até que as redes de proteção sejam instaladas. Foto: Suzana Mateus/ Especial para a Rádio Jornal Foto: Suzana Mateus/ Especial para a Rádio Jornal Bruna Gobbi morreu no dia 22 de julho após ser atacada por um tubarão na praia de Boa Viagem. A jovem paulista tomava banho com uma prima quando foi mordida pelo animal e não resistiu à gravidade dos ferimentos. Outras informações na reportagem de Suzana Mateus, especial para a Rádio Jornal:

Mais Lidas