Guarda da CTTU suspeito de esfaquear motorista diz que não usou arma e só se defendeu

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/09/2013 às 8:23
Leitura:
Do Redator de Plantão O subcomandante da guarda municipal Adeíldo Silva repassou a versão do agente da CTTU Foto: Camilla Figueiredo/Jornal do Commercio O subcomandante da guarda municipal Adeíldo Silva repassou a versão do agente da CTTU
Foto: Camilla Figueiredo/Jornal do Commercio O guarda da CTTU Felipe Aguiar, suspeito de esfaquear um motorista no centro do Recife na manhã dessa terça-feira (24), foi liberado pela delegacia de Santo Amaro na tarde desta terça. O delegado titular, Paulo Clemente, conta que em depoimento o guarda disse que apenas teria se defendido do soco dado pelo comerciante. Tudo começou quando Mário Nascimento foi multado por estacionar em local proibido no bairro de São José, centro do Recife. Foi quando os dois homens começaram a brigar. O condutor deu um soco no agente, que teria respondido com um golpe de faca. O flanelinha Robenildo Barbosa de Araújo estava local e conta que a confusão ocorreu entre 8h20 e 8h30. A vítima, que trabalha em uma ótica, teve o pulmão perfurado e foi levada para o Hospital da Restauração, mas está fora de perigo. Já o agente Felipe Aguiar foi liberado da delegacia de Santo Amaro, pois não haviam provas de que ele tivesse portado algum punhal. Segundo o delegado, o vendedor Mauro Nascimento irá responder por desacato à autoridade e agressão e está sob custódia. Fabiano Francisco Nascimento é irmão do vendedor e conta outra versão. Ele afirma que estava no momento da confusão e viu tudo.

Mais Lidas