Gêmeos siameses ligados pelo fígado devem passar por procedimento cirúrgico no Imip

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/10/2013 às 10:30
Leitura:
Da Redação bebes Osbebês nasceram ligados pelo fígado Foto: Suzana Mateus O procedimento de separação dos gêmeos siameses Davi e Saulo, do Alto Santa Teresinha, na zona norte do Recife, que deveria ser iniciado nesta terça-feira (1º), foi adiado por tempo indeterminado. Eles tem 4 meses de vida, nasceram unidos pelo fígado e esperam data da cirurgia no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), no bairro dos Coelhos. O procedimento cirúrgico, que iniciaria nesta terça, não ocorreu ainda porque o extensor, peça que será colocada na barriga dos bebês e vem dos Estados Unidos, ainda não chegou - e, de acordo com a assessoria de imprensa da unidade de saúde, continua sem prazo para chegar. Segundo a mãe das crianças, Karine Medeiros,  a equipe médica do Imip alegou que a cirurgia pode ocorrer na segunda quinzena de outubro. bebes02 Foto: Suzana Mateus Para que a separação aconteça, antes é necessário colocar um extensor no ventre nas crianças, para aumentar a quantidade de pele e facilitar o fechamento dos abdomens após a separação. A repórter Suzana Mateus esteve no hospital no início da manhã, enquanto a família esperava por respostas do hospital e traz outras informações na reportagem abaixo: Quando nasceram, os gêmeos foram tema de reportagem no SBT:

Mais Lidas