Metroviários do Recife paralisam atividades por 24h a partir da 0h desta sexta-feira

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/10/2013 às 18:15
Leitura:
Da JC News ATUALIZADA ÀS 22h30 A partir da 0 hora desta sexta-feira (4), mais uma categoria vai suspender as atividades em Pernambuco. Dessa vez, os metroviários do estado vão realizar uma paralisação de 24h. A ação foi definida em assembleia realizada nesta semana, na Estação Recife, no centro da cidade, quando também foi definido o estado de greve da categoria. O diretor de comunicação do Sindicato dos Metroviários, Levi Arruda, explica que a pauta de reivindicações tem três pontos principais: a categoria precisa de um metrô público de qualidade, é preciso que haja o investimento no setor. O Pacto da Mobilidade já liberou R$ 50 milhões, mas, segundo Levi, parece que nada foi investido no sistema. Os metroviários  pedem que a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) garanta segurança para a população e para o funcionário, que está sendo agredido pelo sucateamento dos equipamentos. Ainda de acordo com o sindicato, a categoria está em alerta de greve desde o dia 26 de setembro, quando ocorreu a primeira assembleia e desde então a CBTU, não se posicionou sobre a pauta de segurança, privatização e estadualização do sistema. O diretor de comunicação também denuncia o sucateamento do sistema em Pernambuco. Ele diz que tanto no centro de manutenção de Cavaleiro quanto no de Werneck, VTLs novos, com menos de um ano de uso, são utilizados para repôr peças de trens velhos.
VLT sucateado na Estação Werneck. Foto: Sindicato dos Metroviários VLT sucateado na Estação Werneck. Foto: Sindicato dos Metroviários
Segundo Levi, a categoria está receosa por conta dos acontecimentos da última segunda-feira (30), quando dois trens foram depredados, bilheterias saqueadas e profissionais agredidos, depois de uma falha técnica. Mas também informou que os metroviários estão recebendo apoio da população. O sindicato ainda informa que o movimento pretende alcançar 100% de paralisação nesta sexta-feira (4). A CBTU foi procurada, mas não se posicionou sobre as reclamações e reivindicações. O repórter Thiago Graf, traz essas e outras informações na matéria: Os metroviários realizaram nova assembleia na noite desta quinta (3), na estação central do Recife, para reforçar a decisão. Ainda de acordo com Levi Arruda, a interrupção é um alerta para governo do Estado e CBTU, que não estariam dando condições necessárias para a classe trabalhar. Neste sábado (5), os serviços devem voltar ao normal.

Mais Lidas