Após assembleia no Recife, bancários decidem manter greve

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/10/2013 às 22:54
Leitura:
bancos01 Entre as pautas da categoria está a segurança nas agências bancárias A greve dos bancários continua. Na noite desta segunda-feira (7), na sede do sindicato, na Boa Vista, no Centro do Recife, a categoria se reuniu para reforçar a paralisação, que já dura 19 dias, e anunciar a rejeição da proposta da Federação Nacional dos Bancos, a (Fenaban), que ofereceu 7,1% de reajuste salarial contra os mais de 11% pedidos pelos bancários. O secretário geral do Sindicato dos Bancários em Pernambuco, Fabiano Felix, acredita que o movimento pode conseguir um número maior, por isso os serviços da classe permanecem suspensos por tempo indeterminado. Desde agosto, os bancários tentam o reajuste. Em setembro, quando os bancos ofereceram 6,1%, valor considerado insatisfatório pela categoria, a greve foi deflagrada em todo Brasil. Os bancários, além de mudança na remuneração, cobram combate ao assedio moral, a demissões sem justificativa, plano de cargos e carreiras, segurança bancária, entre outras coisas. Segundo Fabiano Felix, essas pautas não foram mencionadas na recente negociação feita pela Fenaban, mas ele acredita que, em breve, os bancos vão oferecer uma nova proposta para ser discutida. A repórter Milenna Gomes traz mais detalhes da assembleia:

Mais Lidas