Preso zelador acusado de estuprar filha de treze anos em Jaboatão


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/10/2013 às 8:30
Leitura:
Do Redator de Plantão Foto: Reprodução/ Observatório  Feminino Foto Meramente Ilustrativa: Reprodução/ Observatório Feminino Apesar de negar o crime, o zelador, de 36 anos, que não terá o nome revelado, foi encaminhado ao Centro de Triagem, Cotel, em Abreu e Lima. Ele foi acusado pela mulher de estuprar a filha de 13 anos em Jaboatão. As investigações estão sendo feitas pelas equipes da Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) de prazeres. O caso veio à tona quando a mulher flagrou o zelador na cama do casal fazendo sexo com a garota. Em questão de minutos, ela acionou a polícia militar com a ajuda de familiares e os envolvidos foram parar na delegacia. Informações dão conta de que os abusos contra a menina de 13 anos eram praticados há cerca de um ano. A vitima foi encaminhada ao Instituto de Medicina Legal onde foi sendo submetida a exames periciais. O zelador diz que é inocente pois não tem desejos sexuais por outras mulheres os olhos são apenas para a companheira: A polícia vai investigar agora se outra filha do casal também era vítima de violência sexual praticada pelo pai. Revoltada com tamanha violência, a mãe da garota de 13 anos diz que descobriu o crime há pouco Pelo crime de estupro contra a filha, o zelador pode ser condenado a até 22 anos de prisão. O delegado da GPCA de Prazeres em Jaboatão, Carlos Barbosa afirma que não há como contestar a autoria:

Mais Lidas