Advogado acredita que vitória de usuária contra metrô pode abrir precedentes


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/10/2013 às 15:42
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: Hélia Scheppa/ JC Imagem Foto: Hélia Scheppa/ JC Imagem A vitória em primeira instância de uma passageira do metrô contra a Companhia Brasileira de Transportes Urbanos (CBTU), pode abrir precedente para outros passageiros buscarem direitos por meio da justiça. É o que acredita o advogado João José de França, especialista em causas trabalhistas e cíveis. Ele defendeu a autora da ação, a senhora Maria Leocádio de Araújo, que moveu a ação na justiça contra o metrô após ser empurrada e pisoteada em um vagão, no dia 5 de fevereiro deste ano. O repórter Thiago Graf, especial para a Rádio Jornal traz os detalhes da ação na reportagem a seguir:

Mais Lidas