Com reservatórios em nível baixo, termoelétricas podem ser ligadas e energia deve ficar mais cara

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/10/2013 às 19:06
Leitura:
hid2 Foto: Bernardo Soares / JC Imagem O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) reduziu novamente a previsão do nível de armazenamento de água nos reservatórios das hidrelétricas do Nordeste no fim de outubro, de 26,1% para 25,1%. A tendência é que os reservatórios da região fechem outubro com o pior nível para o mês nos últimos dez anos. De acordo com o professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Heitor Scalambrini, o modelo da matriz energética brasileira, que depende, em 80%, das hidrelétricas, é bastante vulnerável, sobretudo com as atuais mudanças climáticas. Se a previsão de seca se confirmar, as termoelétricas devem ser ligadas, o que terá um reflexo no bolso do consumidor, além de ser prejudicial ao meio-ambiente. Para o pesquisador, já passou da hora de o País discutir um novo modelo de energia.

Mais Lidas