Segundo a polícia, assassinato de promotor foi motivado por disputa de terra em Águas Belas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/10/2013 às 12:00
Leitura:
Da Redação sds_interna Foto: Carlos Morais/ Rádio JC News A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco apresentou no final da manhã desta quarta-feira (16) os detalhes da investigação sobre a morte do promotor do Ministério Público de Pernambuco, Thiago Farias Soares, assassinado na última segunda-feira. Segundo a policia, o crime teria sido motivado pela disputa de terras na cidade de Águas Belas, no Agreste do Estado. Edimacir Cruz Ubirajara foi reconhecido pela noiva do promotor assassinado, Mysheva Freire, que estava no carro . foto02 O fazendeiro que seria mandante do crime está foragido Foto: Reprodução/ SDS Edmacir é cunhado do fazendeiro José Maria Pedro Barbosa, apontado pela polícia como mandante do crime, que está foragido e é procurado pela polícia. A repórter Clarissa Siqueira acompanhou a coletiva da polícia e traz outras informações sobre a investigação: » Confira trecho da coletiva:

Mais Lidas