Imagens de circuitos de TV podem inocentar suspeito de executar promotor


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/10/2013 às 15:56
Leitura:
Da Rádio Jornal

O agricultor Edmacyr Cruz Ubirajara, que está cumprindo prisão preventiva, é apontado pela polícia como o principal suspeito de executar o promotor Thiago Faria Soares, de 36 anos, na cidade de Itaíba, no Agreste pernambucano. No entanto, cinco imagens de circuitos de TV, apresentadas à imprensa, podem ser aliadas na defesa que busca comprovar a inocência do agricultor, segundo o advogado e sobrinho do suspeito, Leandro Ubirajara. Ele detalha que o conteúdo da imagem, comprova o que Edmacyr afirmou em depoimento.

Edmacy Cruz Ubirajara é suspeito de assassinar o promotor Thiago Faria  Foto: Wagner Sarmento/JC Edmacy Cruz Ubirajara é suspeito de assassinar o promotor Thiago Faria
Foto: Wagner Sarmento/JC

A família divulgou as imagens para a imprensa, neste domingo (20), mas segundo o defensor a polícia deve ter conseguido as imagens desde a quarta-feira (16), um dia depois da prisão de Edmacyr. O advogado do suspeito ainda relatou que espera a liberação o quanto antes, e que vai esperar até o fim da prisão temporária, que tem duração de 30 dias.

O chefe da Polícia Civil de Pernambuco, delegado Osvaldo Moraes, confirma que a polícia já está de posse das imagens e que elas estão sendo analisadas. Ele afirmou que elas se tratam de uma prova importante para o contexto das investigações e que vão servir na busca da verdade.

O repórter Thiago Graf, especial para a Rádio Jornal, traz todas essas informações na matéria:

O ex-namorado de Mysheva Martins, o empresário Glécio Oliveira, deixou a Delegacia de Águas Belas, no início da tarde desta segunda-feira (21). A polícia queria saber se Glécio teria emprestado dinheiro à ex-namorada para ela arrematar as terras num leilão da justiça. O que, segundo o advogado do empresário, não ficou comprovado. O depoimento demorou mais de 2 horas.

Mycheva Martins, noiva do promotor Thiago Faria. Foto: Acervo pessoal/ Facebook Mycheva Martins, noiva do promotor Thiago Faria. Foto: Acervo pessoal/ Facebook

> Leia tambémPromotor de justiça é morto no município de Itaíba, Agreste de Pernambuco

Emoção marca velório de promotor assassinado no Agreste de Pernambuco

No início da manhã desta manhã a polícia recebeu a denúncia de um veículo carbonizado no bairro Pé-de-Serra, na periferia da cidade. O carro, um Corsa Hatch, pode ser o mesmo usado para transportar o assassino do promotor, mas os peritos do Instituto de Criminalística ainda não confirmaram essa hipótese.

De acordo com informações do chefe da Polícia Civil de Pernambuco, delegado Osvaldo Moraes, equipes já estão no local realizando perícias, e as equipes de investigações, sob o comando do delegado Salustiano, diretor do Agreste, localizaram o proprietário do veículo. Segundo Osvaldo Moraes, o homem é alcoólatra e teria tocado fogo no carro, após discutir com a esposa. Todas as perícias vão ser realizadas para evitar informações erradas.

No final da tarde de hoje, a esposa de Zé Maria de Mané Pedo, suspeito de ser o mandante do crime,  deve ser ouvida pelos delegados que apuram o caso.

Fazendeiro, suposto mandante do crime, está foragido. Foto: Reprodução/ SDS Fazendeiro, suposto mandante do crime, está foragido. Foto: Reprodução/ SDS O disque denúncia está oferecendo R$ 10 mil para quem contribuir com informações  sobre a localização de Zé Maria de Mané Pedo. Qualquer informação pode ser repassada pelo telefone 3421-9595. O repórter Nilton Leal, da TV Jornal Caruaru, traz detalhes direto de Águas Belas:

Mais Lidas