Prefeitura de Jaboatão tenta retirar jacarés de lagoa em Barra de Jangada

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/10/2013 às 14:34
Leitura:
Da Rádio Jornal A lagoa, onde os jacarés vivem, foi formada pela água acumulada das chuvas. Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio JC News A lagoa, onde os jacarés vivem, foi formada pela água acumulada das chuvas.
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio JC News

Os moradores da Vila Boa Esperança, em Barra de Jangada, Jaboatão dos Guararapes vão ter que esperar mais alguns dias para não terem jacarés nos quintais e na frente das casas. Isso mesmo, cerca de 10 répteis circulam pela comunidade há aproximadamente três meses, desde que uma lagoa artificial foi formada no bairro.

A prefeitura da cidade realizou nesta terça-feira (22) uma operação para apreender os animais, mas por causa de um problema com o barco da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma) o trabalho atrasou. A vegetação na lagoa será retirada, para ser mais fácil encontrar e retirar os jacarés.

De acordo com a prefeitura de Jaboatão a lagoa foi formada pela água acumulada das chuvas em um local onde os moradores da vila retiravam barro e areia. O coordenador de defesa e proteção aos animais de Jaboatão, Manoel Tabosa, explicou que a ação desta terça-feira (22) atrasou, mas a população não precisa temer um ataque dos animais porque eles vão ser capturados.

A dona de casa Francicleide Maria da Silva tem três filhos. Segundo a moradora da Vila Boa Esperança, os jacarés circulam livremente pelas ruas, indo de um lado para o outro e ela teme pela segurança dos meninos.

Segundo estudos da prefeitura de Jaboatão os animais na lagoa tem, em média, dois metros e devem ter chegado ao local pelo mangue que fica próximo a comunidade.

A repórter Clarissa Siqueira traz esses detalhes na matéria:

Mais Lidas