Movimento popular faz protesto pelo passe livre no centro do Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/10/2013 às 10:44
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado às 17h27 Chegou ao fim o protesto que reuniu cerca de 50 estudantes e integrantes de partidos de esquerda, que integram o Movimento Independente Popular de Pernambuco, nesta quarta-feira (23). O ato público mais uma vez reivindicava o passe livre no Recife. Eles saíram em passeata da Escola Luiz Delgado, em direção à Avenida Conde da Boa Vista. Ao final do protesto, as marcas permaneceram. O carro do senhor Everaldo Duque, foi um dos veículos que sofreu com a depredação dos manifestantes. A repórter Clarissa Siqueira, traz as informações finais do protesto: Ação truculenta da polícia marcou o protesto.  Foto: Michele Souza/JC Imagem A polícia agiu de forma truculenta, mais uma vez.
Foto: Michele Souza/JC Imagem Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal Por volta das 10h o grupo fechou o cruzamento da Avenida Conde da Boa Vista com a Rua da Soledade. Outras informações sobre o protesto, na reportagem de Rafael Carneiro: No início da tarde, os manifestantes chegaram à Avenida Visconde de Suassuna, onde houve confusão e a polícia disparou tiros de balas de borracha. Os tiros teriam sido disparados porque os manifestantes teriam apedrejado carros de populares e policiais. Uma pessoa foi detida. Veículo depredado em uma das transversais da Visconde de Suassuna, a Rua dos Emboabas Foto:  Amanda Miranda / NE10 Veículo depredado em uma das transversais da Visconde de Suassuna, a Rua dos Emboabas
Foto: Amanda Miranda / NE10 Outras informações sobre essa confusão, na reportagem de Clarissa Siqueira: onibus_470 Foto: Amanda Miranda / NE10 Os manifestantes continuaram em caminhada pela Avenida Cruz Cabuga. A repórter Clarissa Siqueira acompanhou a manifestação. Ouça: Na altura do cemitério de Santo Amaro, houve novo confronto. A polícia fez uso de spray de pimenta e balas de borracha. Pelo menos mais quatro estudantes foram presos. A repórter Clarissa Siqueira traz um balanço dos confrontos durante o protesto: Os quatro estudantes presos foram encaminhados para a Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), mas um deles é maior de idade. A repórter Clarissa Siqueira conversou com o advogado dos jovens:

Mais Lidas