Novos depoimentos devem ser colhidos nesta terça-feira (29) sobre o caso do promotor Thiago Faria

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/10/2013 às 17:04
Leitura:
Da Rádio Jornal Promotor também atuava como professor e era autor de livros. Foto: Reprodução Promotor Thiago Faria foi assassinado no dia 14 de outubro. Foto: Reprodução

Duas pessoas prestaram depoimento na manhã desta terça-feira (29), na Delegacia de águas belas. A esposa de Edmacy Ubirajara, preso como suspeito de assassinar o promotor Thiago Faria, e um tio da esposa dele. Eles são álibis de Edmacy e afirmam que estavam com o homem no momento em que o crime aconteceu.

Nesta tarde outras pessoas devem ser ouvidas, entre elas o filho de José Maria.  A defesa também deve entrar hoje com um pedido de revogação de prisão de Edmacy, no Fórum de Itaíba.

Segundo informações da polícia, 40 pessoas já foram ouvidas no inquérito que investiga o assassinato do promotor Thiago Faria. Outros 20 depoimentos devem ser colhidos até o desfecho do caso.

A repórter Isabela Barbosa, da TV Jornal Caruaru, traz essas informações no flash:

Mais Lidas