Santa Cruz vence Betim por 2 a 1 e está classificado para a Segunda Divisão em 2014

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/11/2013 às 18:15
Leitura:
Da Redação A festa é grande no Arruda! Os 60 mil tricolores presentes no estádio vibram como nunca a vitória do Santa Cruz sobre o Betim por 2 a 1. Os gols do time pernambucano foram marcados por André Dias e Flávio Caça-Rato. Max fez o solitário gol do clube mineiro. O resultado põe o Tricolor do Recife na Série B após sete anos. guga-matos-jcimagem Foto: Guga Matos / JC Imagem Neste domingo (3), minutos antes do começo da partida, um tumulto foi causado por alguns torcedores do Santa trajando camisas do Palmeiras, que entraram em confronto com a polícia militar, ocasionando transtornos na Avenida João de Barros, na Encruzilhada.  Confira um pouco da festa da torcida após a vitória: Apesar de tudo, esta confusão não ofuscou o belo momento proporcionado em campo. A partida deste domingo marcava o jogo de volta pelas quartas de final da Série C. Bastava um empate para o Santinha se classificar às semifinais e garantir o retorno à Segunda Divisão. Mas os atletas corais fizeram melhor e venceram. No primeiro tempo, o Betim pressionou em algumas oportunidades e o time coral respondeu em outras ocasiões. O empate por 0 a 0 na primeira etapa resolvia a vida do clube pernambucano. santa-betim Foto: Diego Nigro / JC Imagem O placar era arriscado e no segundo tempo, incentivados pela bela massa tricolor, os jogadores do Santa Cruz partiram para cima do adversário. Aos 11 minutos, Raul sofreu falta na intermediária.  Na cobrança ensaiada, a bola acabou sobrando para André Dias, que chutou, sem chances para o goleiro Felipe Sanchez. [Ouça o gol na voz de Aroldo Costa]. O resultado obrigou o Betim a se lançar ao ataque. O time mineiro cavou uma falta na entrada da área coral. Patrick cobrou e Max desviou de cabeça, empatando o duelo. A tensão era grande entre os anfitriões. Tiago Cardoso operava alguns milagres. O técnico Vica decidiu colocar Flávio Caça-Rato para jogar. Ele entrou no lugar de Siloé, que não estava bem na partida. A escolha foi acertada. O atacante substituto, que também é ídolo da torcida coral, fez o gol da classificação aos 42 minutos. Após cruzamento de Dedé pela direita, a bola passou por André Dias, mas lá estava Caça-Rato. Mostrando ter estrela, ele mergulhou de cabeça para dar números finais ao confronto. 2014 é o ano do centenário do Santa Cruz e o acesso à Segundona funciona como um presente, devolvendo a alegria que os fãs do Tricolor do Arruda tanto mereciam depois de seis anos de sofrimento entre as Séries C e D.  Os torcedores tricolores já estavam em festa desde o início da partida: Ficha técnica Santa Cruz: Tiago Cardoso, Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Dedé, Everton Heleno (Luciano Sorriso) e Raul; Siloé (Flávio Caça-Rato) e André Dias (Leandro Souza). Técnico: Vica. Betim: Felipe; Adalberto, André Luiz (Carlos Júnior), Max e Denilson; Tiago Santos, Jean Cleber, Patrick (Da Silva) e Marion (Tássio); Wescley e Rodrigo.Técnico: Moacir Júnior. Local: Estádio José do Rego Maciel, Arruda, no Recife. Gols: André Dias, aos 12 minutos, Max, aos 20, e Flávio Caça-Rato, aos 42 minutos do segundo tempo. Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA). Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Carlos Augusto Nogueira Jr. (ambos de SP). Público: R$ 60 mil torcedores.

Mais Lidas