Murilo Cavalcanti disse que Priscila Krause o chamou de "cabra safado"

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/11/2013 às 10:30
Leitura:
Da Redação INTERNA_secretario_seguranca_recife Foto: JC Imagem "Ela ligou pra minha casa, era 21h30, pra me chamar de 'cabra safado'. Não sou 'cabra safado'. Eu sou menino que veio lá do interior, de Cabrobó. Vim pra estudar aqui no Recife. Sigo uma vida reta. [...] Não fui pro ataque pessoal. Tenho um apreço muito grande pela Câmara de Vereadores - quem vem aqui na Prefeitura procurar minha secretaria, atendo com maior apreço". Foi com esse tom de indignação que o secretário de segurança urbana do Recife, Murilo Cavalcanti desabafou à Rádio JC News, na manhã desta quinta-feira (07). Nos últimos dias, a vereadora Priscila Krause (DEM) e o secretário vem trocando farpas, após o questionamento levantado pela democrata com relação ao terreno para construção do Centros Comunitários da Paz (Compaz), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. Na última terça-feira (05), a parlamentar levou ao plenário a denúncia de que a Prefeitura do Recife estava dispensando a licitação para a compra de um terreno da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), destinado à construção de uma unidade do Centro Comunitário da Paz (Compaz) na cidade, que havia sido anunciado, em janeiro deste ano, como uma doação por parte do órgão federal. "A gente poderia ter tido uma conversa civilizada, mas ela não quis de maneira nenhuma. Não rebati porque é uma mulher e eu respeito. Acho que ela deve fazer o papel dela de oposição. Mas ela não poderia, em momento nenhum, ligar pro meu telefone particular e me fazer uma agressão, dizendo que eu sou um 'cabra safado'. E não sou", explicou o secretário. Confira a entrevista no link abaixo. Versão democrata priscila_jc Foto: JC Imagem "Eu liguei para ele e disse a ele, de maneira particular, entre eu e ele, tudo o que eu achava que ele merecia ouvir", confirmou a vereadora. "Pelos jornais eu mandei a nota que eu achei que deveria ser pública", disse a democrata, também na manhã desta quinta, à Rádio JC News. Priscila classificou de virulento, um soco na boca do estômago e desproporcional os ataques do secretário Murilo Cavalcanti. É uma retórica rasteira, que atingiu não só a minha pessoa e aos meus milhares de eleitores, mas toda a Câmara de Vereadores. Todo um Poder foi atingido e exijo retratação pública, cobrou a vereadora, que também revelou que Murilo Cavalcanti lhe teria feito o convite para integrar a base governista.

Mais Lidas