Pernambuco aparece como 3º Estado com maior população carcerária de presos provisórios

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/11/2013 às 8:15
Leitura:
Da Redação prisao_presos_interna Foto: Guga Matos/JC Imagem Sete dos 26 estados do País têm a maior parte da população carcerária formada por presos provisórios, situação que piora a situação de superlotação de presídios e delegacias brasileiros. Segundo números do 7º Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Piauí, Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso, Sergipe, Maranhão e Amazonas terminaram 2012 com mais detentos à espera de julgamento do que presos condenados de fato. O estudo mostra que o número de presos provisórios cresceu 12% em 2012, saltando de 173 mil, em 2011, para 195 mil encarcerados sem condenação no ano seguinte. Proporcionalmente, o Piauí é o Estado que lidera o ranking, com 65,7% de presos provisórios. A situação no Estado já foi alvo de denúncia recente do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Na sequência, aparecem Amazonas, com 62,7%; Pernambuco, 62,6%; Sergipe 62,5%; Minas Gerais, 58,1%; Maranhão, 55,1%; e Mato Grosso, 53,6%. Sobre o assunto, Joffre Melo conversou com o secretário executivo de ressocialização, Coronel Romero Ribeiro, na manhã desta segunda-feira (11). Confira a entrevista, na íntegra, no link abaixo.

Mais Lidas