Mãe de bebê com doença rara reclama de burocracia na chegada do remédio especial


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/11/2013 às 10:43
Leitura:
Da Rádio Jornal remedio O sofrimento do menino Mateus Henrique, de um ano e três meses, que tem uma doença rara está sendo minimizado. É que o medicamento Ceprotin, essencial para o tratamento da Púrpura Fulminante do Recém Nascido, nome da doença, foi encaminhado ao hospital onde o garoto está internado depois de passar um dia retido no Aeroporto Internacional do Recife. A primeira remessa emergencial do remédio foi comprada depois que Mateus passou cerca de uma semana sem a medicação. A Secretaria Estadual de Saúde aguarda agora a chegada de um novo lote que deve chegar até o próximo dia 22. A mãe da criança, a auxiliar administrativa Girlainy Lacerda, reclama que não foi comunicada sobre a chegada do medicamento reclama desabafa sobre a burocracia. Ouça na reportagem de Simone Santos:

Mais Lidas