Ministro Joaquim Barbosa determina prisão de 12 réus condenados no mensalão

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/11/2013 às 18:02
Leitura:
Da Agência Brasil genoino jose cruz abr José Genoino se entregou à PF em São Paulo Foto: José Cruz/ABr O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, determinou, nesta sexta-feira (15) a prisão de 12 condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Barbosa determinou o fim do processo e a execução das penas para réus que não têm mais direito a nenhum recurso em cada uma penas. Os mandados de prisão foram encaminhados para a Polícia Federal. Todos os presos deverão ser transferidos para Brasília, mas poderão pedir para cumprir a pena nas cidades onde moram. A lista com o nome dos presos ainda não foi divulgada pelo STF. A decisão sobre a execução das penas foi tomada na quarta-feira(13) após os ministros rejeitarem os segundos embargos de declaração apresentados pelos réus condenados no processo. Os ministros seguiram o voto divergente de Teori Zavascki. Ele entendeu que todos os réus podem ter as penas executadas, exceto nos crimes em que questionaram as condenações por meio dos embargos infringentes, recurso previsto para os réus que obtiveram pelo menos quatro votos pela absolvição, outra fase de recursos. O entendimento permite a prisão dos réus que tiveram os embargos rejeitados e dos condenados que, mesmo tendo direito aos infringentes, não questionaram as penas por meio deste recurso. O repórter Romoaldo de Souza traz informações direto da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília:

Mais Lidas