TRF suspende liminar que pedia afastamento do secretário de Saúde de Pernambuco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/11/2013 às 17:21
Leitura:
fig Decisão do juiz Roberto Wanderley pedia afastamento de Antônio Figueira Foto: JC Imagem O desembargador federal Francisco Wildo Lacerda Dantas, presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, aceitou o pedido da Procuradoria Geral do Estado e suspendeu a execução de sentença da Justiça Federal em Pernambuco que determinava o afastamento do secretário Estadual de Saúde, Antônio Carlos Figueira, do cargo e pedia também a reabertura do Centro de Transplantes de Medula Óssea (CTMO) do Hemope. A sentença de afastamento foi expedida, nessa terça-feira (26), pelo juiz Roberto Wanderley, titular da 1ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco. Os autores da ação popular foram os médicos Antônio de Oliveira Neto e Liliane Peritore. Eles ainda podem recorrer da decisão. LEIA MAIS Estado vai recorrer da decisão que determina saída do secretário de saúde Justiça determina perda do cargo do secretário de Saúde de Pernambuco e reabertura do Centro de Transplante do Hemope

Mais Lidas